A ciência comprova: cães são capazes de reagir à tristeza de seus donos

Um grupo de cientistas analisou como os pets reagem à nossa tristeza e como eles tentam nos ajudar.

Os cientistas mostraram que a maioria dos cães simpatiza com seus donos e tenta ajudá-los.

De acordo com o jornal Science Daily, foi investigado se os cães têm uma natureza positiva e empática em um estudo liderado por Emily M. Sanford, da Johns Hopkins University (EUA), publicado recentemente na revista Learning & Behavior.

Sanford e sua equipe, em um de seus experimentos com 34 cães, saíram ao lado de uma porta transparente fechada com ímãs, atrás da qual estava o dono, para que os animais pudessem ver e ouvir.

Em algum momento, a pessoa começava a cantar uma canção de ninar ou a chorar. Depois de estudar a reação dos cães, determinou-se que, ao ouvir o choro, os animais tentaram abrir a porta.

Os pesquisadores analisaram o nível de estresse sentido pelos animais quando viram seu dono chorar e também mediram as mudanças no ritmo do batimento cardíaco.

Cães abriam a porta com mais frequência quando seus donos choravam.

Descobriu-se que os animais de estimação que abrem a porta com base em suas reações fisiológicas e comportamentos são muito menos, o que significa que os cães são influenciados por seus donos, reprimindo suas próprias dores.

16 dos cães que participaram do experimento foram animais criados como cães de terapia. No estudo, ao contrário das expectativas, os cães de terapia agiram como os outros cães quando abriram a porta. Isso mostrou que os cães não apenas sentiam empatia com certas pessoas, mas em alguns casos eles podiam agir com base nessa empatia.

Sanford comparou isso ao modo como as crianças ajudam os outros, e lembrou que as crianças só podem ajudar os outros quando conseguem reprimir sua própria tristeza.

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Deixe uma resposta