Cacoal, RO: Rex acompanha novamente Mariana no Enem, mas dessa vez recebe comida e carinho

No domingo anterior, o cachorro ficou quase 7 horas esperando a dona em frente ao local de prova em Cacoal, RO. Dessa vez Mariana se preparou e levou para o amigo água e ração.

Na segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no domingo (11) a estudante de ciências contábeis Mariana Barros de Assis, de 22 anos, contou novamente com a companhia do ‘amigo de quatro patas’, o cachorro vira-lata Rex.

Resultado de imagem para cacoal cao non ENEM

Na primeira etapa da prova, no domingo passado, o cachorro ficou quase 7 horas esperando a dona que fazia a prova em uma faculdade particular de Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. Diferente da primeira etapa, dessa vez Mariana se preparou e levou para o amigo água e ração.

Como no primeiro dia do exame, o cachorro ficou em frente a faculdade durante tanto tempo e acabou passando mal, Mariana resolveu seguir os conselhos de algumas pessoas que leram a matéria no G1 e decidiu levar para ele água e ração, tudo para garantir o bem-estar do amigo enquanto a aguardasse.

 

Rex recebeu ração e água para aguentar esperar a dona terminar a prova do Enem — Foto: Magda Oliveira/G1

Rex recebeu ração e água para aguentar esperar a dona terminar a prova do Enem — Foto: Magda Oliveira/G1

Segundo a acadêmica, ela ficou surpresa ao descobrir que o cachorro havia ficado esperando por ela durante tanto tempo.

“O Rex costuma me acompanhar nos lugares onde eu vou, mas normalmente, após perceber que estou demorando, ele vai embora. Nunca aconteceu de esperar tanto tempo, fiquei bem surpresa ao sair do local onde estava fazendo a prova e ainda encontrar o Rex lá”, explicou Mariana.

Na primeira fase da prova, Rex foi pouco percebido pelos candidatos, mas dessa vez o animal foi visto como celebridade. O comentário dos candidatos se voltou para o animal e muitas pessoas pararam para fazer carinho e tirar fotos com ele, como foi o caso da acadêmica de medicina veterinária, Mariana Paulino, de 18 anos.

“Eu tenho cinco cachorros e acho muito lindo o amor que esses animais têm pelos donos. Isso mostra que o cão também pode ser tratado como um filho”, acredita a acadêmica.

 

Mariana Paulino aproveitou para fazer um carinho no Rex antes de entrar na sala para fazer a prova — Foto: Magda Oliveira/G1

Mariana Paulino aproveitou para fazer um carinho no Rex antes de entrar na sala para fazer a prova — Foto: Magda Oliveira/G1

Apesar de não fazer o Enem, a empresária Naiara Souza Zenati, de 29 anos, que tem uma lanchonete em frente a faculdade, se solidarizou com a história e levou água para o Rex.

“Eu li a matéria e fiquei comovida. Acredito que ele está protegendo ela da mesma forma que já foi protegido. Essa é uma forma do animal demostrar a gratidão e o carinho que sente pela dona, pois se ele está com ela, é porque é cuidado. Fiz questão de trazer água, pois temos que ajudar a cuidar, é o mínimo que podemos fazer”, acredita Naiara.

 

Naiara deu uma parada no trabalho para levar água para o Rex, que espera a dona terminar a prova do Enem — Foto: Magda Oliveira/G1

Naiara deu uma parada no trabalho para levar água para o Rex, que espera a dona terminar a prova do Enem — Foto: Magda Oliveira/G1

Para demostrar a gratidão e amor que sente pelo companheiro, Mariana fez uma camiseta com a foto publicada na matéria do G1 e foi vestida assim para a segunda etapa da prova.

“Eu achei a atitude dele muito fofa e através dessa camiseta quero homenagear e mostrar o amor que tenho por ele”, disse a acadêmica.

Sobre a prova

Apesar da linda história entre o cachorro e a acadêmica, Mariana também precisou focar no exame, mas afirma que não se preparou tanto quando deveria.

“Não me preparei muito não, mas estou com bastante expectativa. Sou acadêmica de ciências contábeis na Unir, mas meu sonho é cursar odontologia, e por meio do Enem estou buscando essa vaga”, disse Mariana.

 

Mariana foi fazer a prova do Enem com a matéria do G1 estampada na camisa — Foto: Magda Oliveira/G1

Mariana foi fazer a prova do Enem com a matéria do G1 estampada na camisa — Foto: Magda Oliveira/G1

Entenda o caso

Nem o sol forte ou a chuva que encobriu Cacoal (RO) na tarde de domingo (4) impediram que Rex, um cachorro vira-lata, aguardasse por pelo menos 7 horas a dona, a estudante de ciências contábeis Mariana Barros de Assis, de 22 anos, terminar de resolver as questões do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

G1 acompanhou a chegada e a saída do cachorro com Mariana. Desde que a candidata entrou na faculdade particular para fazer o exame, o cão não saiu do local. Na maior parte do tempo, olhava em direção a porta central na esperança de ver a dona voltar.

Rex recebeu água para aguentar a longa espera do lado de fora do local de prova do Enem em Cacoal — Foto: Magda Oliveira/G1

Rex recebeu água para aguentar a longa espera do lado de fora do local de prova do Enem em Cacoal — Foto: Magda Oliveira/G1

Por conta do tempo de espera, chegou a passar mal de fome e cochilou. Mariana conta que encontrou Rex há três anos, na frente de um supermercado. Na época, o cachorro tinha por volta de cinco meses.

 

Rex, o melhor amigo da estudante Mariana Barros, espera do lado de fora da escola a dona terminar a prova do Enem — Foto: Magda Oliveira/G1

Rex, o melhor amigo da estudante Mariana Barros, espera do lado de fora da escola a dona terminar a prova do Enem — Foto: Magda Oliveira/G1

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Deixe uma resposta