Comerciante é detido após agredir pit bull que atacou poodle em Cachoeiro de Itapemirim, ES


O comerciante Neimar Senna, de 31 anos foi preso pela Polícia Militar na manhã deste domingo (6), no beco João Lesqueves, no bairro Nova Brasília, em Cachoeiro de Itapemirim, suspeito de golpear, com uma barra de ferro, um cachorro da raça Pit Bull.

De acordo com o boletim de ocorrências, a PM foi acionada por volta das 10h30 para apurar a denúncia de maus tratos contra animal. Ao chegar no bairro Nova Brasília a guarnição encontrou o comerciante agredindo o cachorro com uma barra de ferro.

Os militares chegaram ao local no momento em que o animal era agredido. Neimar, que segurava a barra de ferro, foi pego em flagrante e orientado a largar a barra de ferro. Ele foi conduzido até a Delegacia Regional de Cachoeiro.

Uma mulher, que foi presa após desacatar os PMs, disse que o comerciante apenas tentou defender uma criança que havia sido mordida pelo animal, no entanto, nenhuma possível vítima do cachorro foi localizada.

O pit bull foi recolhido por uma moradora que informou aos policiais que o levaria para uma clínica veterinária particular.

O dono do poodle disse que o animal ficou machucado após o ataque. “Ele não ia soltar, só depois de matar o meu poodle. Eu joguei água, joguei pedra nele, e ele nada de soltar. Se o Neimar não chega, poderia ter matado o meu cachorro e voado na minha filha”, disse Carlos Henriques Pontes.

 

Socorrido por protetores de animais da ONG Patas de Ruae encaminhado para uma clínica particular do municipio O cachorro recebeu os primeiros atendimentos . Os membros da ONG afirmam que vão aguardar que o poder público apure devidamente os fatos para só então aplicar as medidas cabíveis.

O dono do pitbull assinou um termo circunstanciado e vai responder em liberdade pelo crime de exposição de perigo por deixar o cachorro escapar de casa e ferido outro animal.

O poodle estava perto de uma criança de quatro anos no momento do ataque. O pai da criança tentou separar os dois cachorros, e um outro vizinho bateu no pitbull com uma barra de ferro. O vizinho, o comerciante Neimar Luiz, também foi levado à delegacia após uma denúncia de agressão.

O comerciante e a mulher foram conduzidos a 7ª Delegacia Regional do município para as medidas legais.

Conforme Neimar o pitbull agarrou uma poodle pequeninha. Quando escutou aquele desespero, achou que tinha pegado um dos filhos dele. “Eu saí de casa e fui ajudar. Cheguei lá e vi o cachorro praticamente sendo morto pelo pitbull”, relatou.O cachorro pertence a um vizinho do comerciante e fica preso em um depósito no bairro. No entanto, ele teria fugido horas antes. “Meu vizinho estava fazendo uma obra na casa dele e os filhos brincavam no quintal. São seis crianças. Quando ele viu o cachorro se aproximando, pediu para as crianças entrarem em casa. O pitbull entrou e atacou um cachorro poodle da família. Ele começou a gritar e preocupado, fui até lá para ajudá-lo”.

O agressor afirmou que pegou uma barra de ferro e deu uma cacetada para ele sair de dentro de casa. Que saiu, mas voltou instantes depois. “Eu não podia passar a mão da cabeça de um cachorro que vive trancado, e logo imaginei que ele pudesse atacar as crianças. Então, dei mais umas cacetadas e o deixei do lado de fora da casa”, enfatizou o comerciante

“Minha primeira reação foi a defesa. Apesar de ter a idade avançada, ele parecia estar muito bem. Estou muito triste com toda essa situação. Eu adoro cachorro, Tenho dois. Fiz para evitar que algo grave acontecesse. Agora, estão me denegrindo e expondo minha família na internet. Apenas fiz isso para defender um ser humano. Sou uma pessoa honesta, tenho dois estabelecimentos comerciais e pago meus impostos. Vou tomar as devidas providências contra essas pessoas”, completa Neimar.

“O pitbull agarrou uma poodle pequeninha. E eu escutei aquele desespero, achei que tinha pegado um dos filhos dele. Eu saí de casa e fui ajudar. Cheguei lá e vi o cachorro praticamente sendo morto pelo pitbull”,

De acordo com a Polícia Civil, o comerciante agiu em legítima defesa de terceiros, e o fato justifica a agressão ao cachorro. A princípio, ele não vai responder por nenhum tipo de crime, e foi liberado após prestar esclarecimentos. O dono do animal vai responder por crime de exposição de perigo por deixar o cachorro escapar de casa e ter ferido outro animal.

Ele também foi ouvido na Delegacia Regional de Cachoeiro, e assinou um termo circunstanciado. Ele foi liberado e vai responder em liberdade.

Parte do texto fonte: Folha Vitória e G1 anexados a informações de Vida Pet News

Qual Sua Reação? :O

Ruim Ruim
0
Ruim
Fofo Fofo
0
Fofo
Nerd Nerd
0
Nerd
LOL LOL
0
LOL
Amei Amei
0
Amei
Omg Omg
0
Omg
Triste Triste
0
Triste
Assustador Assustador
0
Assustador
Wtf Wtf
0
Wtf
Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Comments 0

Comerciante é detido após agredir pit bull que atacou poodle em Cachoeiro de Itapemirim, ES