Como cuidar de um animal de estimação que sofreu maus tratos

Este assunto é muito importante e vem ganhando cada dia mais destaque nas mídias sociais e jornais pelo mundo. Infelizmente, o mundo está cheio de pessoas que maltratam animais e, muitas vezes, nos vemos adotando um cachorro ou um gato que passou por esses maus tratos e ainda mostra sinais em seus comportamentos. Adotar um animal que passou por isso é um ato de bondade muito grande, mas os donos precisam estar atentos em como lidar com esses animais, pois eles passaram por traumas muito grandes.

Quando o animal sofre maus tratos na sua infância, quando ainda é filhote, ele pode carregar alguns medos para o resto da vida, diferente dos animais mais velhos e adultos que tem uma facilidade maior para se livrar do trauma.

Como cuidar de um animal que sofreu maus tratos:

Primeiro é importante procurar os sinais de que ele foi maltratado, não só para ter certeza de que essas agressões ocorreram, mas para ser a gravidade delas. Procure por sinais de agressão física como cortes, ferimentos, queimaduras.

O segredo é a paciência e o carinho e a observação dos comportamentos. Nunca repita as agressões que o animal sofreu, se ele tem medo de vassouras, não use isso contra ele. A educação deve ser com carinho e você deve dar espaço para os comportamentos “estranhos” do animal.

Leve-o a um médico veterinário assim que ele chegar na sua casa para ver como está sua saúde, se ele está desnutrido ou teve alguma ferida mais grave.

  • A etapa inicial para a recuperação da auto estima de seu cachorro é a necessidade dele se sentir seguro e amado pelo seu novo dono, e você pode fazer isso permitindo que ele se acostume com o carinho e o amor aos poucos, tudo tem seu tempo e o cachorro precisa deste tempo para adquirir confiança em você.
  • Procure também sinais de desnutrição, leve o animal a um veterinário para ver se ele foi nutrido de forma correta.
  • Ausência de pelos no pescoço pode denotar que o animal ficou acorrentado por muito tempo.
  • A negligência também é um mau trato e muitos donos cruéis deixam de alimentar os animais. Caso ele esteja muito magro, com olhos embaçados, indispostos e muito cansados, pode ser que eles estejam malnutridos e precisam de uma alimentação mais fortalecida e cuidados veterinários.
  • Olhos arregalados mostram que o cachorro está aterrorizado. Nesse caso, é bom prestar atenção se algum estímulo específico causou esse comportamento. Tente assegurá-lo que tudo está bem chamando-o para fora com uma voz mais carinhosa e dando bastante atenção e carinho. Não force o cachorro quando ele estiver com medo, ele pode reagir de forma agressiva.
  • Construa uma relação do zero com seu animal, protegendo ele de qualquer situação de desconforto aparente.
  • Se ele se encolhe ao ver uma vassoura ou um rodo, ele pode ter apanhado muito com esses objetos. Observe se ele se recusa a sair do canil, se gosta de se esconder embaixo de sofás ou em cantos escuros.
  • Use o reforço positivo sempre, seu cão já sofreu muitos traumas, então use um tom calmo de voz, e o recompense sempre em que ele mostra melhoras no seu comportamento.
  • Quando for deixar seu cão sozinho, certifique-se de que ele esteja com uma energia tranquila e segura, deixe também objetos para sua distração, assim como água sempre limpa e alimentação.
  • Cuide para o conforto de seu novo animal, uma caminha quentinha é sempre bem vinda, principalmente para os animais que já sofreram tantos maus tratos, lembre-se que agora ele terá que ter amor e cuidado em dobro.

Seguindo esses passos básicos a recuperação de um animal que sofreu maus tratos, será mas rápida e surtira melhores efeitos.

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews