Para idosos, ter um cachorro aumenta a probabilidade de alcançar os níveis de atividade física recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de acordo com um estudo publicado recentemente. Sabe-se que a atividade física reduz o risco de doenças cardíacas, derrames, vários tipos de câncer e depressão.  A pesquisa acrescenta evidências que demonstram que ter um cão pode ajudar a manter a saúde durante o envelhecimento.