Médico veterinário capixaba atende ha 35 anos no mesmo local

O medico veterinário Rogério Figueiredo Coutinho formado na Turma de 1983 da Faculdade Rural do Rio de Janeiro. Atende desde 1981 no mesmo local na Praia da Costa em Vila Velha no ES quando iniciou como estagiário com Dr. Marangoni para não ficar ocioso nas férias.

No dia que o Brasil homenageia os médicos veterinários toda a classe capixaba e tutores se rendem a este homem que é unanimidade com seu jeito carinho, gentil, manso, que não altera a voz, conselheiro de primeira e que trabalha no mesmo local há 35 anos.

“Haaa.. a medicina veterinária esta no sangue desde que eu era criança. São 35 anos que todos os dias acordo prazeroso por minha profissão. Formei em 1983 e aqui estou até hoje no mesmo local tentando servir minha comunidade. Sou eternamente grato ao Dr. Marangoni que me deu a primeira oportunidade aqui neste, a minha família e a medicina veterinária que me ensinou e me deu grandes amigos e colegas de profissão”, declarou emocionado Dr. Rogério.

“Fiz vestibular para medicina humana por fazer, confesso, mas eu queria era ser médico veterinário. Como não passei na primeira fase larguei aquilo ‘prá lá’ e sou feliz como medico veterinário”.

Sobre o tempo em que o cachorro vivia amarrado no fundo quintal para hoje ser membro da família Dr. Rogério declarou estar feliz por esta evolução.

“Graças a Deus o humano esta mais sensível e trata melhor os animais. Os animais estão vivendo com mais qualidade de vida e proporcionando aos humanos benefícios incontáveis a sua saúde quando decidiram incluir este animais ao convívio das famílias”.

“O ser humano também esta mais carente, alguns mais isolados e os animais conseguem suprir esta necessidade. Uma cliente dialogando comigo confessou que tomava três tipos de remédio contra a depressão e levantou o cachorrinho e declarou ser ele atualmente seu remédio. Confesso que emocionei junto com ela. Esta é a capacidade que os animais têm para tratar das pessoas e esta convivência sadia beneficia ambos”.

“Este relacionamento é tão fantástico que hoje temos várias terapias com uso de animais que mudaram a vida de milhares de pessoas. É extraordinário quando nos hospitais permitem a entrada de animais nas alas de oncologia, por exemplo, onde crianças estão internadas em sua maioria muito tristes. O quadro se transforma no sorriso das crianças quando vêem os animais adentrando naquelas alas. Os médicos se surpreendem porque estas crianças se transformam para muito melhor. A medicina humana já comprovou e avaliza tais procedimentos”.

O médico veterinário esclareceu que anos atrás a disparidade entre e Medina humana e veterinária era imensa, hoje a veterinária cresceu tanto que esta se equivalendo da medicina humana em termos de conhecimentos e tecnologia. “Isso é fantástico, no passado perdíamos animais por falta de diagnóstico. Eu sou da época que não existia a ultrasonografia mal, mal conseguíamos fazer um RX. Nós tínhamos doenças ou patologias e não conseguíamos fazer um diagnóstico preciso. Atualmente o índice de sucesso é estrondosamente maior com todos os aparelhos e conhecimentos de ultima geração a serviço da medicina veterinária da mesma forma que para a humana”.

Sobre o progresso do mercado pet Dr. Rogério definiu: “O mercado pet esta crescendo muito por conta das pessoas estarem buscando nos animais este amigo, o que é muito comum hoje em dia. E as pessoas estão vendo neste negócio crescente como uma forma de renda financeira”, esclarece.

Indagado que basta a pessoa migrar para o mercado pet que vai ganhar dinheiro o experiente médico veterinário enfatiza: “Nãaaaao… aí que esta o grande problema. Muitos vêm para este setor com intuito somente de ganhar dinheiro. É o grande erro. É preciso amar o que esta fazendo a acima de tudo respeitar os instintos dos animais e sua familias. Ninguém é obrigado gostar de animal e todos tem o direito de ganhar dinheiro. Mas acredito que raramente vão conseguir permanecer no mercado por falta deste quesito fundamental. Animal tem sentimento e é preciso respeitá-los sempre”.

Sobre o famoso dr. Google Dr. Rogério é enfático: “O tutor na atualidade é muito mais participativo e quer saber exatamente o que esta acontecendo com o seu animal. Para o tratamento e recuperação deste animal é fundamental esta consciência. Muitas das vezes ele já chaga debatendo conosco sobre o diagnóstico porque buscou conhecimento no dr. Google. Ele pode até acertar, mas logicamente não substitui a consulta presencial com uma médico veterinário por uma serie e inúmeros fatores neste animais. Suspeita não é diagnóstico”.

Sobre a humanização dos animais. “É interessante, humanizar animais certamente criará e vai desencadear uma serie de problemas ele. Basta prevenir como os humanos fazem. Animal é animal e tem seus instintos; Humanos são humanos”.

Dr. Rogério afirma nem imaginar quantos animais passou em suas mãos, mas se emociona quando um animal vem a óbito. “É muito difícil esquecer quando perco um animal. Não me envergonho de chorar… a gente sofre muito neste momento. Porque infelizmente vemos o bicho e a família padecerem. Nossa missão enquanto médico veterinário é diminuir o sofrimento e dar qualidade de vida a estes seres. Médico veterinário não é maquina, ele tem sentimentos e sofre duas vezes. Pelo animal e pela família”.

O medico veterinário finalizou declarando que seus clientes se tornaram amigos. “Tenho clientes que se tornaram amigos ha mais de 20 anos, é uma relação de respeito e confiança mutua”.

Sobre seus colegas médicos veterinários ele enfatizou que é preciso respeito e ética. “Nós podemos e devemos ter um relacionamento de respeito e ética com os colegas.  Aprendi com meus professores. Não precisam os nos atropelar”.

Depoimentos:

Maria da Gloria Alves Cunha – Médica veterinária

“Dr. Rogério é um homem de caráter irrepreensível, um pai de família encantador, uma pessoa integra e ética  que ajudou positivamente na construção da medicina veterinária no Espírito Santo. Foi à pessoa que me estendeu a mão quando retornei a mão quando voltei ao estado. Sou muito grata pelos ensinamentos que obtive porque foi com ele meu primeiro estágio com pequenos animais. O amor de Dr. Rogério pela medicina veterinária é contagiante e perpetua por estes 35 anos”

“Falar do Dr Rogério é muito fácil, ficaria aqui o dia todo… Passei toda minha fase academia ao lado desse cara fantástico, onde pude aprender muita coisa não só profissionalmente, mas conselhos que levo pra toda minha vida.

“Honesto, inteligente, responsável, integro, competente, ama sua família e sua profissão,são algumas qualidades desse grande amigo que fiz dentro e fora da medicina veterinária. Só tenho que agradecer a Deus a oportunidade de conhecer esse amigo e sua família maravilhosa ( Janine, Kennia e Maria Julia)”.

“Quero agradecer por ter me passado tanto conhecimento. Sou e sempre serei grato por tudo que ele e sua família fizeram por mim. Moram em meu coração. Homenagem mais que merecida a uma pessoa que fez e faz tanto pela medicina veterinária. Que Papai do céu possa iluminar e o proteger cada dia mais para que possa fazer o melhor  sempre!!!!!

Fadel Chequer – Médico Veterinário 

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Deixe uma resposta