Muito prazer: Sou Chiquinho, o gato motoqueiro da Rocinha, RJ

Um velho conhecido da Rocinha voltou a roubar a cena nas redes sociais nos últimos dias. O gato Chiquinho e seu dono, Alexandre Goulart, apareceram ao vivo durante o programa RJTV, quando o repórter Pedro Figueiredo falava sobre o clima de violência na comunidade carioca. O que mais chamou a atenção foi a pose tranquila do animal e o fato de estar usando óculos de sol em cima de uma motocicleta.

Chiquinho é um gato vira-lata de 14 anos, que está sob os cuidados de Alexandre desde os dois meses de idade. Ao #VirouViral, o motoqueiro de 64 anos conta que ficou com o bichano após o término de um de seus relacionamentos. 

O felino é o fiel amigo de Alexandre Goulart, um apaixonado por motos. Ele e o gato adoram dirigir juntos pelas ruas do Rio de Janeiro, com Chiquinho usando óculos escuros e capacete para sua proteção. Alexandre posta vídeos e fotos do bichano nos lugares mais curiosos: em shoppings, numa delegacia de polícia e até num posto de atendimento do Departamento de Trânsito.

Desde então, Chiquinho virou figura conhecida nas ruas do Rio de Janeiro, ganhou um perfil no Instagram e passou a dividir algumas histórias com seu dono – duas delas muito curiosas. A primeira foi uma ida à praia: Alexandre levou seu gato ao mar e ainda arriscou um mergulho com o animal de estimação. ”Ele entrou no mar numa boa”, conta.

Em outra ocasião, o motoqueiro foi ao Parque Nacional da Tijuca acompanhado de seu xodó. Na volta para casa, Chiquinho se acomodou no tanque da moto, que hoje é seu local preferido. ”Nunca forcei nada, ele está sempre à vontade. Ele gostou de ficar lá e agora é seu cantinho”, comenta ao blog.

A imagem pode conter: 1 pessoa, motocicleta e atividades ao ar livre

Nas fotos que circulam pelas redes sociais, Chiquinho esbanja estilo ao usar óculos escuros. Segundo Alexandre, a ideia de dar este acessório ao pet surgiu da preocupação com seus olhos. ”Ele está sempre no tanque, onde o vento é muito forte. Então, para não prejudicar sua vista, resolvi lhe comprar os óculos”, explica. No geral, os animais apresentam um comportamento arisco quando tentamos colocar algum objeto em suas faces.

Chiquinho, porém, não reclama do apetrecho. ”Quando ele não quer usar, se chacoalha e eu tiro. Por outro lado, quando está sem óculos e quer usá-lo, ele me olha, como se estivesse realmente pedindo. Nós nos conhecemos e nos damos muito bem”, diz.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

O amor de Chiquinho é muito importante para seu dono. Ao blog, Alexandre comparou sua história com a do britânico James Bowen, um ex-morador de rua viciado em heroína que encontrou no gato Bob uma motivação para viver. ”Sou dependente químico e estou limpo há 24 anos, mas o Chiquinho tem sido muito importante para mim nesses últimos anos”, relata. ”Gosto de contar a história dele para as pessoas, porque penso que possa servir de exemplo para outras em situação semelhante”, finaliza. 

Estadão Conteúdo com adaptação Vida Pet News

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Deixe uma resposta