Por que investir no mercado pet

O mercado pet tem ganhado cada vez mais espaço. Por isso, investir nesse cenário evidencia grandes oportunidades para o negócio. A América Latina tem um dos mercados mais atraentes para os setores de nutrição e cuidado com animais. No Brasil 44,3% da população possui pelo menos um animal de estimação, sendo 20 mil gatos e 50 mil cachorros. No mundo, 56% da população tem algum bicho de estimação.

Autor: Carolline Guarche

A vontade de ter um negócio próprio está presente em muitos brasileiros, e quando surge a ideia, o mercado pet é uma das principais opções. Existem várias razões para investir no mercado pet na hora de abrir o próprio negócio.

Sendo um dos que mais crescem no país, o mercado pet é o terceiro maior do mundo. E os brasileiros gastam, em média, 19 bilhões de reais por ano com produtos e serviços.

O mercado pet

Se a grande presença dos animais ao seu redor não for suficiente, saiba que os números desse segmento são fortes. 44,3% das casas possuem pelo menos um bicho de estimação.  O brasil é um dos líderes do mercado pet e movimenta mais de 19 bilhões anualmente. 70% desse valor é destinado a alimentação.

Os gastos com seus pets comprovam que esse mercado vem crescendo. São quase 25% da renda em produtos destinados à eles. Engana-se quem acredita que este mercado se resume a uma loja ou a clínicas veterinárias. Existem várias opções de investimentos na área. Alguns setores:

Cuidados – 8%

Veterinário – 8%

Serviços  – 16%

Alimentação – 68%

Independente de qual setor investir, é preciso pesquisar o mercado e conhecer seu público.

Crise do mercado pet

A grande crise econômica torna o desempenho do mercado pet mais impressionante, o faturamento desse setor foi 4,9% maior. O segmento cresce mesmo em um cenário adverso.

Não é por acaso que o Brasil é uma das principais potências quando o assunto é mercado pet.  É o terceiro colocado em faturamento.

Por que investir no mercado pet

Se ainda restam dúvidas de que este é um excelente mercado para investir saiba que o PIB desse setor fica muito próximo ao de eletrodomésticos de linha branca. A estrutura atual no Brasil é bastante atrativa para a abertura de um segmento voltado para os pets.

A verdade é que o mercado pet está concentrado em lojas de bairro, esta característica traz duas consequências. A positiva: sendo uma excelente oportunidade para entrar no mercado e a negativa: existem muitos concorrentes e você precisará de algo completo para seus clientes.

É evidente que isso não implica em ter o melhor setor do mundo, apresentando todos os serviços, porém, não se subestime. Tenha opções variadas e que atenda os anseios do consumidor. O mercado pet está entre as melhores opções para o empreendedorismo, usando sua criatividade e paixão por animais é possível criar algo prazeroso e lucrativo.

Divulgue seu negócio

Outro fator responsável pela expansão do mercado é a divulgação, a internet é a principal. Ficou mais fácil difundir seus serviços e produtos, como também realizar vendas e elaborar maneiras para conquistar os clientes. Atualmente, ter um e-commerce nesse setor é tão rentável quanto uma loja física. A internet facilita a expansão da marca e garante resultados para aqueles que se aventuram nesse universo.

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Deixe uma resposta