Senador xinga ecologistas e médicos-veterinários em Plenário. Ele é criador de ‘galos combatentes’,

O senador pelo estado de Roraima Telmário Mota (PTB) fez um pronunciamento inflamado recentemente no Plenário do Senado. Telmário (Facebook) xinga várias vezes ecologistas e médicos-veterinários de “calças sujas” e “maconheiros”.

A revolta de Telmário está em um item de uma recente resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) que afirma ser crime de maus-tratos aos animais “estimular, manter, criar, incentivar, utilizar animais da mesma espécie ou de espécies diferentes em lutas” (veja aqui).

No vídeo do pronunciamento, que foi disponibilizado pelo blog O Grito Do Bicho e que você confere abaixo, Telmário admite criar o que ele chama de “galos combatentes” em sua fazenda. O senador já foi acusado de participar de rinhas de galo, proibidas no país, mas foi absolvido por falta de provas.

Em dado momento, ele disse que a rinha de galo é permitida em diversos países, embora seja proibida no Brasil. Ele deu a entender claramente que no Brasil também deveria ser legalizado.

Em entrevista à afiliada da Rede Globo em Roraima em setembro deste ano, Telmário afirmou categoricamente que é a favor da liberação da briga de galo no Brasil (veja aqui). “Concordo plenamente que seja liberado, porque é cultura do povo brasileiro. O que é cultura não se proíbe. No Brasil se proibiu.” – disse o senador.

Exaltado, Telmário usou o Plenário do Senado para convocar todas as pessoas que são favoráveis aos rodeios, às vaquejadas e à outras atividades que exploram animais para uma grande manifestação contra o CFMV. O Conselho, por sua vez, emitiu uma nota de repúdio bastante contundente às declarações do senador (veja aqui).

Assista ao vídeo | YouTube

142 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Paulo do Amaral

Jornalista fundador do Vida Pet News – O Portal Capixaba de noticias dos animais – https://www.facebook.com/VidaPetNews

Deixe uma resposta